tecnologia para o mundo!

  • Home
  • 5 passos para nao quebrar na Crise
  • 5 passos para não quebrar na Crise

    5 passos para nao quebrar na Crise

    Por Magdiel da Silva em 16/fev/2016 - Sem Comentários | 342 View(s)

    Tags: , , , ,

    O ano de 2015 trouxe desespero para muitos empresários que assustados chegam a pensar em desistir de suas empresas. Este ano também deixou muitos empregados assustados e com medo de perderem seus empregos.

    Aqui no GM Digital já foi publicado um texto onde mostramos como aumentar as suas vendas durante a crise. E hoje nós vamos mostrar como você não quebrar a sua empresa reduzindo os custos.

    Passo 1 – Estoques

    Trabalhe com menos variedade de produtos e mantenha poucas unidades de cada produto em seu estoque. É mais fácil você fazer vários pedidos durante a semana do que manter muito dinheiro parada em grandes estoques.

    Passo 2 – Fluxo de Caixa

    Faça um planejamento de entradas e saídas para pelo menos os próximos 6 meses. Coloque no papel a receita estimada, os gastos variáveis e os gastos fixos. Veja um exemplo abaixo:

    Fluxo de Caixa GM Digital

    Passo 3 – Retenha seus clientes Atuais

    Melhor que conseguir novos clientes é preservar os atuais. Procure compensar seus clientes pela fidelidade a sua empresa. Você pode fazer isso através de um programa de fidelidade, dando alguns brindes e oferecendo descontos especiais. Mas, o mais importante que isso é sempre melhorar a qualidade de seus serviços e produtos e o atendimento ao cliente.

    Passo 4 – Pesquisa de preços

    É muito importante que você analise os preços antes de comprar qualquer coisa. Isso vale desde produtos para o estoque como para itens de escritórios e materiais de limpeza.

    Sempre que for realizar um pedido procure comprar do fornecedor que oferecer os melhores preços nos produtos e no frete.

    Passo 5 – Demita

    Se for necessário faça demissões sem medo. Muitas vezes compensa você demitir e pagar os direitos trabalhistas do que manter o funcionário por mais um ano.

    Se você deseja saber aproximadamente quanto você devera pagar ao funcionário demitido clique aqui.

    Nesse endereço você poderá realizar um calculo aproximado dos custos de rescisão a ser pago ao funcionário demitido e assim saberá se compensa demitir ou não.

    Se esse texto foi útil a você alguma maneira, comente abaixo e compartilhe!

    Postagem seguinte
    Postagem anterior
    avatar

    Magdiel da Silva

    Nascido em 1995, Curioso a respeito de novas tecnologias, Desenvolvedor front-end e wordpress, Tutor, estudante de Ciência da Computação pela Unijuí e dono da empresa Reinvents, GM Digital e Agência Leader.
    facebooktwittergoogle plus

    Nenhum comentário

    Deixe o seu comentário!